12/04/10

Nasci

num dia nebuloso e frio. De neve.
E, com o meu nascimento, todas as coisas más
nasceram.

Não culpo Deus nem ninguém.
Eu sou a própria causa do mal
e da totalidade das coisas más,
também!

PONTOS LUMINOSOS NO CÉU in Contos do Infinito e os Demónios da Tia Matilde

[Para o homem religioso, a Natureza nunca é exclusivamente «natural»: está sempre carregada de um valor religioso. Isto compreende-se faci...