28/02/16

Os cadernos da Colecção Giesta

Caderno n.º 1 - Poesia "Oblíquo é o tempo" [um poema para os povos do sul]

Título: Oblíquo é o tempo [um poema para os povos dos sul]
Autor: Alvaro Giesta
Colecção: os Cadernos da Colecção Giesta

2.ª Edição: Fevereiro de 2016
(revista e aumentada)
© Alvaro Giesta - Todos os direitos reservados

Editor: Fernando António Almeida Reis
Concepção Gráfica e Paginação: Fernando António Almeida Reis

textos breves da “Colecção Giesta
N.º 1 - Oblíquo é o tempo [um poema para os povos do sul]
Tiragem: 100 exemplares

ISBN: 978-989-20-6407-9
Depósito Legal N.º: 404381/16

 CDU 821.134.3Giesta, Cadernos Colecção.01

EDIÇÕESautor
(edição e impressão)
A. José Almada Negreiros, Lt 2-3º Esq
2835-008 Vale da Amoreira

alvaro.giesta@gmail.com
fereis@netcabo.pt
http://www.tambemescrevo.com

Esta edição acabou de se imprimir em Fevereiro de 2016
e dela se fizeram 100 exemplares numerados  de 00 a 99
e assinados pelos autor.



Exemplar N.º 99

______

Outros cadernos da Colecção Giesta a publicar:

textos breves da Colecção Giesta - Ediçõesautor

Publicados:
(Série Poesia)
1. Oblíquo é o tempo [um poema para os povos do sul]

A publicar:
(Série Poesia)
·  O discurso dos pássaros

(Série Recensão, Ensaio, Monografia)
·  da Geometria das Palavras
·  Este Ofício de ser Poeta
·  A poesia do tempo desabitado (como procura e tentativa de resposta)
·  As cartas a um suposto Mestre
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Alquimia do Verbo

copyright da fotografia XMAIA in Olhares.com o corpo, manhã erguida (como se fosse o Ponto de Bauhüte) [i] 1. nu bran...